Murilo Ninja Rua 01/03/2013

O lutador Murilo Ninja Rua anunciou a sua aposentadoria essa semana. Aproveito a oportunidade para dizer algumas palavras.

Em 2008 fui contratado pra ser treinador de Boxe da equipe UDL em Curitiba, equipe que até hoje conta com Maurício Shogun, Murilo Ninja e muitos outros atletas de expessão no MMA.

Quando cheguei na rodoviária de Curitiba num domingo a noite, o Ninja foi me buscar com a mulher dele e fomos jantar, eu não passava uma frase sem falar : “Ahn, não entendi”, isso porque ele fala muito rápido e é muito difícil de entender. Eles me levaram para um hotel e o Ninja me buscaria no dia seguinte para treinar.

Todos os dias que ele me buscava era a mesma introdução de conversa: ” E aí Danilo, blz?! Tá gostando de Curitiba Danilo? Eu não troco Curitiba por nada, cara. O café da manhã do hotel é bom?  Ó , o meu sogro mora nesse prédio…..”

Em princípio, o combinado era eu ficar 15 dias para uma experiência, mas já ao fim do primeiro treino, fechamos que eu ficaria em Curitiba mesmo, por tempo indeterminado.

O Ninja não faltava em nenhum treino, e sempre treinava com muita atenção, humildade, respeito e alegria. Sempre queria aprender mais.  E todo dia era uma alegria porque ele tem um jeito muito engraçado, metódico e cheio de manias.

Lembro quando o UFC foi na academia pra gravar o Countdown da luta do Shogun e o Ninja ficava interrompendo as gravações falando o quê que ele queria que o Shogun falasse, kkkkkkkkk, tiveram que falar pra ele ficar no estacionamento da academia pra não interromper mais, aí ele ficava batendo na porta de vidro chamando a gente e falando: “Seguinte, fala pro Mauricio falar isso , isso e isso, americano gosta de marketing…..”. Inesquecível.

Lembro também quando fomos numa academia tradicional de Muay -Thai para fazer sparring, e o Ninja, fez com o cara mais preparado da equipe. O combinado eram 3 rounds de 3 minutos, no primeiro round o cara bateu tanto no Ninja que fiquei até preocupado. No segundo o cara começou no mesmo ritmo, mas o Ninja começou a equilibrar mais. No terceiro round o Ninja começou muito bem e bateu muito , muito mesmo. Todo mundo ficou impressionado com a recuperação dele. Depois do treino , ele me deu carona pra casa e estávamos conversando, eu estava elogiando a recuperação dele em cima de um cara tão habilidoso, forte e experiente e ele me disse: “Os caras falam que teimosia não leva a nada, olha aí. Eu sou teimoso, me ferro direto, mas só cheguei onde cheguei sendo muito teimoso.”

Quando ví a notícia vieram várias histórias na minha cabeça, todas muito boas quando se trata do Ninja. Um cara que tem um jeito peculiar, engraçado e que é um homem confiável, sincero, lenda, guerreiro.

Desejo toda a felicidade para você meu amigo. Obrigado pelas oportunidades. Oss.